Depois do ICQ, chegou a vez do Twitter ameaçar o WhatsApp